Acesso a Informação
Acesso a monitoramento
Servidor Online
Hoje é 13 de julho de 2020



Vereadores conhecem território cidadão e fiscalizam obras do centro poliesportivo

Avalie este item
(0 votos)
Quinta, 02 Março 2017 08:06

Os vereadores Carlinhos de Oliveira (PSC), representando a Comissão de Educação, Cultura e Desporto e os vereadores Alécio Espínola (PSC), Parra (PMDB), Valdecir Alcântara (PSL), Mazutti (PSL) estiveram nesta quarta-feira (1º) na zona norte da cidade. Eles participaram de uma reunião com o secretariado do prefeito para conhecer as ações intersetoriais desenvolvidas no Território Cidadão.

Quem explicou  a proposta do Programa Território Cidadão foram os secretários de Assistência Social, Hudson Moreschi Junior , o Secretário de Esportes, Léo Mion, e o coordenador do programa Alcione Gomes.   “A ideia é promover um trabalho integrado das secretarias, além de parcerias com outros órgãos públicos e empresas e trazer projetos sociais e atendimentos ofertados aos moradores na própria região em que moram”, explica Alcione Gomes. 

O Cascavel Velho foi escolhido como programa-piloto por ser o menor território de Cascavel e possuir uma alta demanda por serviços públicos. Em seguida, dois novos territórios devem ser implantados. No local, há cursos profissionalizantes, atividades culturais e esportivas, ações de combate a endemias, cultivo de hortas, entre outras ações multissetoriais. O território ficará instalado por um período de pelo menos seis meses no bairro.

“Queremos que este modelo de gestão funcione e possa ser replicado em outras regiões”, afirmou Carlinhos de Oliveira, que assegura já existir uma grande cobrança da população de outros bairros pelo programa.

Centro Poliesportivo Veneza

Os vereadores vistoriaram ainda o Centro Poliesportivo Veneza, que possui quadras de esporte, academia ao ar livre, parquinho para as crianças, quadra de areia, porém, está abandonado e com instalações completamente depredadas.

O espaço está localizado atrás da UPA Veneza. Foi construído com recursos do governo federal e teve a primeira etapa reconhecida como gastos prévios na contrapartida do Município no empréstimo de 28,5 milhões de dólares com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para implantação do PDI (Programa de Desenvolvimento Integrado).  De acordo com a prefeitura, o espaço será revitalizado e ainda neste ano deve ser realizada a licitação para a construção de um centro de atendimento da assistência social no local, com atividades integradas.

A Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara está acompanhando a construção da obra e entrega à comunidade desde o início, mas os vereadores constataram que os moradores nunca chegaram a desfrutar do espaço, alvo constante de vandalismo.

Assessoria de Comunicação

||||Foto: Assessoria de Comunicação||