Acesso a Informação
Acesso a monitoramento
Servidor Online
Boa Noite! Hoje é 19 de novembro de 2018



Câmara entrega sábado homenagem pelos 50 anos da associação nipônica

Avalie este item
(0 votos)
Quinta, 08 Novembro 2018 15:12

O presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel, Gugu Bueno e o vereador Carlinhos Oliveira (proponente), entregam neste sábado (dia 10), às 14h30 no Centro de Eventos, durante cerimonial de abertura da Nipofest, a homenagem (votos de congratulações) legislativo, pelos 50 anos de existência da entidade de utilidade pública municipal ACEC – Associação Cultural e Esportiva de Cascavel (Sociedade Nikkei de Cascavel). A justificativa do requerimento que passou pela casa de leis destaca as contribuições históricas na vida cultural e esportiva de Cascavel pela comunidade nipônica, muitas das famílias, pioneiras.

A ACEC (Sociedade Nikkei de Cascavel), instalada na Rua Piquiri – Bairro São Cristóvão, entidade de utilidade pública municipal, congrega as famílias de etnia nipônica com o intuito de propagar a cultura nipônica quer com atividades culturais, quer esportiva. Esta entidade de utilidade publica foi constituída de fato em 1968 (07/07/1968) apesar ser ter o movimento de organização ter se iniciado dois anos antes (1966) por um grupo de jovens nipônicos residentes em Cascavel em busca da formação de um time de beisebol.

Até a sua constituição e a denominação atual, a entidade se denominou de Associação Cascavel Hihondin Kai. Assim que criada oficialmente, com a denominação de Associação Cultural e Esportiva de Cascavel, assumiu como primeiro presidente, o pioneiro Tomáz Hirochi Kimura, comandando a mesma durante cinco anos (1968 a 1973). Desde então, muitos membros da comunidade japonesa estiveram no comando da entidade, estando no momento, sob o comando de outro pioneiro, o senhor Masayuki Inomata, residente em Cascavel desde 1960.

A atual sede cultural e esportiva, instalada na Rua Piquiri, foi edificada em 1981, sob a gestão do senhor Massayuki Inomata. Do ideal de se mobilizar um time de baseibol, surgiu o clube cultural e esportivo que durante décadas, movimentou Cascavel e serviu como local de concentração da comunidade nipônica, bem como, como local de envolvimentos de cascaveleneses em todos os níveis. Um clube e uma associação de interação social, cultural e esportiva.

A HISTÓRIA JAPONESA
A história dos japoneses no Brasil começou no início do século XX (1908) quando o navio Kasato Maru parou no porto de São Paulo trazendo 781 trabalhadores japoneses estavam vindos para trabalhar nas fazendas do interior paulista. Hoje, depois de 110 anos, estima-se que exista 1,5 milhão de descentes de japoneses no Brasil (a maior colônia fora do Japão). A maior parte dos descendentes mora em São Paulo, mas no Paraná, é só andar pelas ruas e perceber que por aqui também tem muito nikkei.

A chegada dos japoneses no Paraná se deu a partir da década de 30, resultante do desestímulo da plantação cafeeira por parte do governo de São Paulo. No Paraná, o cultivo ainda estava em alta, o que incentivou a vinda dos imigrantes para o Estado. A maior concentração se encontra no norte do Paraná, mas nem por isso os japoneses deixaram de vir para o Oeste. Grupos como esse se inserem na comunidade através do trabalho e vão aos poucos se adaptando a nova cultura. Em Cascavel, a chegada começou em 1956.

Assessoria de imprensa/ Vereador Carlinhos Oliveira

Câmara entrega sábado homenagem pelos 50 anos da associação nipônicaAssessoria Carlinhos Oliveira