Acesso a Informação
Acesso a monitoramento
Servidor Online
Hoje é 17 de janeiro de 2020



Comissão recebe resultado de auditoria da Regional de Saúde sobre vagas no HUOP

Avalie este item
(0 votos)
Quarta, 06 Novembro 2019 17:37

A Comissão de Saúde e Assistência Social (CSAS) da Câmara Municipal recebeu nesta quarta-feira (06) o resultado da auditoria realizada pela 10ª Regional de Saúde sobre os leitos vagos no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP). A informação havia sido solicitada no dia anterior pelos componentes da CSAS, o presidente Josué de Souza (PTC), o secretário Parra (MDB) e o membro Dr. Bocasanta (PROS).

A auditoria foi realizada no sábado (02) depois de virem a público casos de pacientes que só conseguiram vagas após longas esperas, além de UPAS superlotadas com internados aguardando transferência. A direção do HU nega estar “escondendo leitos”.

Leitos vagos

Conforme os dados entregues pela Regional aos vereadores, na Ala G1 – Pediatria, dos 26 leitos, 9 estavam vagos, sendo que havia mais dois leitos de isolamento que poderiam ser remanejados. Na Ala F2 – Clínica Médica e Cirúrgica, dos 31 leitos totais, 7 estavam vagos, sendo 3 masculinos, 1 feminino e 1 quarto com 3 leitos para qualquer dos sexos. Já a Ala G2 – Ortopedia/Cirúrgica contava com 7 leitos masculinos e 6 femininos vagos, do total de 30 leitos.

A Ala G3 – Neurologia/Ginecologia/Vascular possui ao todo 29 leitos e estavam vagos 4 deles, sendo 1 ginecológico, 1 vascular feminino, 1 vascular masculino e 1 neurologia feminino. Por fim, a UTI Pediátrica estava com 9 leitos vagos.

A Regional informou ainda a Comissão que o relatório da auditoria foi encaminhado ao Complexo Regulador Macro Oeste, para que os leitos vagos pudessem ser ocupados. Desse total de 24 leitos vagos encontrados, 13 já haviam sido informados aos reguladores, restando 11.

Assessoria de Imprensa/CMC

Regional de Saúde realizou auditoria hospitalar no HU para detectar os leitos vagosRegional de Saúde realizou auditoria hospitalar no HU para detectar os leitos vagosMarcelino Duarte/Assessoria de Imprensa/CMC