Comissão Permanente de

Saúde e Assistência Social

17ª Legislatura - 2021 a 2024
1ª Sessão Legislativa
Pandemia aumenta importância da CSAS

Com o impacto da pandemia de covid-19 no mundo todo, assuntos como saúde pública, campanhas para erradicação de doenças, medidas de higiene e ações para garantir apoio social aos mais vulneráveis acabaram ganhando muito mais relevância do que já possuíam. Qualquer projeto do Legislativo ou do Executivo que trate desses temas deve passar pela Comissão de Saúde e Assistência Social (CSAS).

Essas atribuições estão descritas no artigo 48 do Regimento Interno da Câmara Municipal. O texto legal diz que “compete à Comissão de Saúde e Assistência Social exarar parecer as proposições que tratam sobre: I - o bem-estar social, à higiene, a obras assistenciais, à saúde pública do Município; II – ações, serviços e campanhas de saúde pública, erradicação de doenças endêmicas, vigilância epidemiológica; III – vigilância e defesa sanitária animal e vegetal, no que for atinente à saúde pública, especificamente no que for relacionado a alimentos, bebidas e água para o consumo humano; IV – uso de defensivos agrícola ou agrotóxico, no que tange aos impactos na saúde púbica; V - declaração de utilidade pública de entidades e demais segmentos que atuam na área da saúde e assistência social”.

A Comissão de Saúde e Assistência Social que vai atuar em 2021 e 2022 será presidida pelo vereador Edson Souza (MDB). Com ele, atuarão ainda o secretário Cidão da Telepar (PSB) e o membro Sadi Kisiel (PODE). A CSAS conta com a assessoria de uma servidora efetiva da Casa, Raquel Rodrigues da Rosa.

Membros da Comissão

EDSON DE SOUZA

Edson Souza

MDB
Presidente
APARECIDO JOSÉ DIAS

Cidão da Telepar

PSB
Secretário
SADI JOSE KISIEL

Sadi Kisiel

PODE
Relator